Pesquisar Postagens

Carregando...

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Fósseis do Notocolossus de 86 milhões de anos encontrados na província Argentina de Mendonza




Paleontólogos anunciaram dia 21 de janeiro a descoberta de outro gigante jurássico na Argentina. Fontes afirmam que o Notocolossus foi "um dos maiores animais terrestres conhecidos".

Liderado pelo pesquisador argentino Bernardo González Riga, a equipe afirma ter descoberto “uma nova espécie que se encontra entre os maiores dinossauros conhecidos pela ciência”. Os fósseis encontrados na província de Mendonza têm cerca de 86 milhões de anos. Ainda segundo a equipe a descoberta “proporciona aos cientistas uma informação-chave sobre a anatomia da extremidade traseira dos tiranossauros gigantes”.

González afirma que evidências sugerem que foi um dos animais terrestres mais pesados já encontrados na terra e que teria entre 25 e 28 metros de altura e pesaria entre 40 e 60 toneladas. O pesquisador acrescenta que “apesar do caráter incompleto do esqueleto impedir a realização de estimativas precisas do seu tamanho, o úmero (osso do braço) tem 1,76 metros de comprimento, sendo maior do que qualquer outro tiranossauro conhecido.”

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Dinossauro encontrado na Argentina

Foto do Bicentenário Argentino. Crédito: Conicet/Governo da Argentina.

Pesquisadores argentinos anunciaram a descoberta do novo dinossauro com um nome particular: Bicentenário Argentino. Os restos do dinossauro foram encontrados na província de Rio Negro, e o dinossauro foi batizado pelo Museu Argentino de Ciências Naturais. "É muito provável que seja o primeiro representante encontrado de uma nova linhagem dentro da família dos 'celurossauros', dinossauros que eventualmente deram origem às aves", disse o Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet), órgão do qual faz parte o MACN.
O chefe do MACN, Fernando Novas, disse que apesar da família dos celurossauros incluir espécies como o Tiranossauro Rex e o Velociraptor, "não se sabe muito sobre as formas primitivas, os primeiros celurossauros".
Os dinossauros adultos teriam entre 2,5 e 3,0 metros de comprimento e provavelmente eram caçadores, devido à presença de garras e dentes afiados e serem ágeis e magros.
Pesquisadores acreditam que o dinossauro teria sido coberto de penas.
As rochas onde se encontravam o Bicentenário Argentino tinham cerca de 90 milhões de anos de idade, época do início do Cretáceo superior, o mesmo período de dinossauros como Tiranossauro Rex e Velociraptor. A nova espécie deverá ser importante para as pesquisas sobre a evolução das espécies, já que os celurossauros eram parentes muito próximos às aves.

Referências bibliográficas:
1 - Descoberta na Argentina nova espécie de dinossauro carnívoro - Ciência - iG;

quarta-feira, 25 de abril de 2012

A Polêmica dos Fósseis na Chechênia

Imagem do local onde supostamente ha ovos. Crédito: AFP.

Após a alegação de paleontólogos que haviam encontrado ovos fossilizados medindo até um metro, o que deveria ser uma das maiores descobertas da história da paleontologia, na verdade, se tornou uma polêmica.
Eles realmente encontraram ovos de dinossauro gigantes?

Como isso aconteceu

Foi durante a construção de uma estrada na Chechênia, antiga república soviética. Após a detonação de uma encosta para construir mais um trecho dessa estrada, se revelaram várias formas ovais que supostamente eram ovos de dinossauro.
Não ha provas de que o que mostra a imagem são ovos.

Polêmica

Valentina Nazarova, paleontóloga da Universidade Estatal de Moscou, discorda da veracidade da descoberta. "A história não é verdadeira. Dinossauros botavam ovos pequenos", afirma a paleontóloga. Além disso, de acordo com ela, é pouco provável que existiram dinossauros naquela região do Cáucaso. "E eles não punham ovos enquanto pulavam, subindo montanhas", afirma. "Eu lamento, mas não psso ir contra a ciência", reforça. "Se eles querem criar uma lenda, deveriam dizer que os ovos foram postos por uma ave roca".

Uma coisa é certa: apenas após estudos que chegaremos à conclusão concreta: estamos diante de uma grande descoberta ou de um grande embuste?

Referências bibliográficas:
1 - Istoé (edição de 25 de Abril de 2012, pág. 114);
2 - Chechênia reivindica ter maiores ovos de dinossauro do mundo - Yahoo! Notícias;