Pesquisar Postagens

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Kentrossauro



O Kentrossauro, que significa ''lagarto de espigas'', foi uma espécie de dinossauro que viveu no final do período Jurássico, há aproximadamente 152 milhões de anos atrás, na África, encontrado na Tanzânia por um grupo alemão. O nome genérico provém do grego ''kentron'' que significa ''ponta'' e ''sauros'' que significa lagarto. Foi um dinossauro herbívoro, que media 4 metros de comprimento e 2 metros de altura, e pesava uns 320 quilogramas Seu corpo era coberto por 2 linhas de placas ósseas bastante planas, que começavam perto da cabeça e se estreitavam a medida que chegavam à ponta de seu rabo. Suas placas serviam para proteção, como o porco espinho, e para regular a temperatura corporal.

Assim como vários outros estegosaurídeos, o Kentrossauro possuía grandes e afiados espinhos nas laterais, que o ajudavam a o protege-lo contra ataques laterais.

Possuia grandes espinhos afiados em seu rabo, más outros 2 grandes e afiadíssimos espinhos na ponta.

Suas únicas ragiões desprotegidas eram o abdômem, o pescoço e as patas.

Possuia uma corpo muito volumoso e um estômago muito imenso, para digerir sua dieta, que era, basicamente, plantas ásperas e curtas.

Os restos fósseis foram encontrados por uma expedição alemã (1909-1912) na Tanzânia, África.

Dos três paleontólogos da expedição, Edwin Henning nomeou o dinossauro em 1915.

Foram encontrados dois esqueletos de Kentrossauro, más um deles, que estava guardado no museu de Humboldt da Universidade de Berlim, foi destruído na 2ª guerra mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: os comentários não serão revisados, porém eles poderão ser excluídos se apresentarem linguagem inadequada ou qualquer tipo de ofensa.